Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2009

Brincadeiras!

1

4

3

Read Full Post »

Bulenga, Mzungu, Nixon e Orações (12º dia) 011

Nem tudo o que nos chega de Bulenga são boas notícias. Soubemos há alguns dias que o nosso “pretty boy” resolveu abandonar o orfanato e tentar a sua sorte no Norte do Uganda, de onde a sua tribo é originária.

Da última vez que contactou o Patrick, Iinocent contou que estava a viver nas ruas de Gulu e a passar fome, mas disse que não queria regressar ao orfanato.

Estamos tristes, porque o Iinocent, 15 anos,  é um amor de rapaz, mas a sua decisão deve ser compreendida. As raízes falaram mais alto.

Só nos resta desejar sorte a este menino e ficar à espera de mais notícias…

Read Full Post »

Estamos sempre aqui!

Read Full Post »

Vamos a Contas!

Hoje recebemos um e-mail do William a contar novidades de Bulenga e a agradecer, mais uma vez, a linha de electricidade.

As saudades apertam, é verdade, e é chegada a altura de fazer um ponto da situação e da nossa ajuda financeira ao Orfanato de Bulenga. Desde que abrimos a conta já entraram nos nossos cofres cerca de 1350€.

Optámos por enviar, mensalmente, 100 euros para a ajuda alimentar. Com este dinheiro, asseguramos que as crianças do orfanato –  e as crianças que aqui se dirigem para aprender – recebem alimentos, pelo menos, durante dez dias. A alimentação é, juntamente com o pagamento da escola, o que mais preocupa os “3 mosqueteiros” e com esta ajuda pensamos tirar-lhes um pequenino peso de cima. Desde que chegámos já fizemos dois envios deste valor.

Como está descrito no blog, a linha de electricidade foi também paga a partir deste fundo, custou 490 euros.

Após todos estes gastos, temos neste momento um salto na conta de 627 euros.

Brevemente, contamos ter, por parte da Beccy, uma lista com as actuais necessidades do Orfanato. Para além destas, vamos tentar contribuir para o auto-sustento do orfanato. Como já falamos neste site, o aluguer de um terreno ou até mesmo a compra de máquinas de costura serão de grande utilidade.

Agradecemos a todas as pessoas que têm contribuido para esta causa e aproveitamos para pedir que continuem a ajudar. Muito há ainda a fazer e esta, como já alguém disse, é a Bulenga que conhecemos e que ficou mais perto dos nossos corações.

Read Full Post »

%d bloggers like this: